quinta-feira, 2 de junho de 2011

Nossos Avós gastavam mais: Diminuição de gasto energético no trabalho ao longo de 50 anos

Em um trabalho realizado pela Universidade de Louisiana, EUA, detectou que trabalhadores estão queimando 120 a 140 calorias a menos do que há 50 anos atrás. Foram analisados dados estatísticos de 1960 a 2008, levando-se em consideração intensidade da atividade física, diferentes trabalhos,e calorias utilizadas pelas suas ocupações. Isto porque hoje trabalhamos mais sentados e antigamente o trabalho era manufatura  e rural. 
"Os trabalhos que requerem uma atividade física moderada vem diminuindo " diz Timothy Curch, autor principal desta pesquisa. 
Desta forma, vemos que as necessidades calóricas vem diminuindo ao longo dos anos, em contraste com o aumento de ingesta de alimentos muitos calóricos tipo fast-food. Estes dois fatores causam acumulo de energia no corpo, que é estocada na forma de gordura. 
As necessidades calóricas variam com a idade,sexo, peso, altura, e nível de atividade física. Entretanto, uma mulher sedentária necessita por volta de 1400 a 1600 calorias por dia e um homem sedentário necessita de 2000 a 2200 calorias por dia. A maioria dos estudos mostram que houve um aumento da ingesta calórica ao longo dos anos. 
Por outro lado, diversos estudos tem comprovado que a medida que envelhecemos, temos que ingerir menos quantidade de calorias. Estudo do padrão alimentar nas populações idosas do Japão, mostram que a longevidade esta associada e baixa ingesta calórica.
Então pessoal a receita é simples, óbvia e previsível : comer menos e gastar mais. 

Fonte :
Church TS, Thomas DM, Tudor-Locke C, Katzmarzyk PT, Earnest CP, et al. (2011) Trends over 5 Decades in U.S. Occupation-Related Physical Activity and Their Associations with Obesity. PLoS ONE 6(5): e19657. doi:10.1371/journal.pone.0019657
Tradução e Comentario: Dra Bibiana Colenci