terça-feira, 5 de julho de 2011

Manejo da Raiva: 10 maneiras de controlar seu temperamento

Encontrei estas dicas no site da Mayo Clinic. Vejo diariamente meus pacientes com descontrole glicêmico por problemas cotidianos mal resolvidos. Afinal, todos temos stress e frustrações diárias com pequenas coisas que vão se somando até explodirmos. E a glicemia parece uma montanha russa!
São dicas consagradas, mas vale a pena lembrar.
Você já se pegou espumando quando alguém te corta no transito? Sua pressão arterial sobe às alturas quando seu filho se recusa à cooperar? A raiva é um sentimento normal e até mesmo sadio, mas é importante lidar com ele de forma positiva. A raiva desmedida pode prejudicar sua saúde ( e descontrolar seu diabetes ) e seus relacionamentos. 
Vamos dar 10 dicas para controlar sua ira.

N°1: Dê um Tempo - Contar até 10 não é só para crianças. Antes de reagir à uma situação tensa, respire fundo e conte até 10. Acalmar-se ajuda controlar seu temperamento. Se necessário afaste-se da pessoa ou situação até sua frustração diminuir um pouco.
N°2: Assim que se Acalmar, Expresse seu Desapontamento - Quando começar a pensar claramente, expresse sua frustração de forma assertiva, sem confronto direto. Relate suas preocupações e necessidades clara e diretamente, sem ferir o outro ou tentar controlá-los.
N°3: Faça Exercício Atividade física descarrega as emoções, principalmente se você está aponto de explodir. Se sua raiva está aumentando, uma caminhada ou corrida bloqueia este fenômeno. A atividade física estimula várias substâncias químicas que causam felicidade e bem estar, deixando-o mais relaxado do antes da atividade. 
N4°: Pense antes de Falar - No calor do momento você pode falar algo que se arrependerá depois. Dê um tempo para reorganizar seu pensamento antes de se manifestar e permita aos outros envolvidos na situação fazerem o mesmo. 
N°5: Identifique as Soluções Possíveis - Em vez de focar na situação que o deixou bravo, foque em resolver o problema. O quarto bagunçado dos seus filhos te deixa louco? Feche a porta. Seu parceiro(a) atrasa para o jantar toda noite? Marque o jantar para mais tarde ou concorde em comer sozinho algumas noite. Lembre-se que a raiva não resolverá o problema, pode até piorá-lo.
N6: Fale em Primeira Pessoa - Para evitar crítica ou tentar achar o culpado, o quê pode aumentar a tensão, fale em primeira pessoa para descrever o problema. Seja respeitoso e específico. Por exemplo, diga - "Estou triste porque você saiu da mesa sem se oferecer para lavar a louça.", ao invés de -"Você nunca ajuda na casa !"
N7°: Não Guarde Rancor - Perdão é um instrumento poderoso. Se você permitir que a raiva e outros sentimentos negativos ocuparem o lugar de sentimentos positivos, você pode acabar se tornando uma pessoa amarga ou sentir-se um eterno injustiçado. Porém, se você conseguir perdoar alguém que te magoou, ambos podem aprender com a situação. Não devemos esperar que as pessoas ajam conforme esperamos o tempo todo. 
N°8: Use o Humor para Diminuir a Tensão - O humor diminui a tensão. No entanto, não seja sarcástico. Pode piorar a situação e magoar alguém.
N°9: Pratique Relaxamento - Quando a raiva vier, use técnicas de relaxamento. Pratique exercícios de respiração profunda, imagine cenários acolhedores, ou repita frases calmantes como por exemplo - "Acalme-se.". Você pode também ouvir música, escrever algo ou fazer ioga. Tudo que te trouxer sensação de alívio. 
N°10: Descubra Quando necessita Procurar Ajuda - Aprender a controlar a raiva é um desafio para qualquer pessoa. Considere procurar ajuda se perceber se sua raiva está fora do controle,  se faz coisas que depois se arrepende ou magoa pessoas a sua volta. 
Você pode aprender a identificar fatores que desencadeiam sua raiva, reconhecer sinais que você está saindo dos limites e aprender a responder à raiva e frustração de forma sadia e controlada. Explore sentimentos desencadeantes como depressão e tristeza. E seja feliz !

Tradução e comentários: Dra Bibiana Colenci